terça-feira, 29 de setembro de 2009

Ombro amigo...


"O que eu queria mesmo era um ombro amigo onde pudesse encostar a cabeça, uma mão passando na minha testa, uma outra mão perdida na minha.
O que eu queria era alguém que me recolhesse como um menino desorientado numa noite de tempestade, me colocasse numa cama quente e fofa, me desse chá de laranjeira e me contasse uma história.
Uma história longa sobre um menino só e triste que achou, uma vez, durante uma noite de tempestade, alguém que cuidasse dele."



(Caio Fernando Abreu em Limite Branco)

11 comentários:

Desabafando disse...

eu tb queria isso...mas isso está cada vez mais raro! Ombro amigo de verdade está em falta!

Déia disse...

Que lindo...

Como é bom alguem pra cuidar da gente...

A TPM ta acabando comigo... se eu n me seguro, caio no choro!

Preciso de um ombro amigo tb e urgenteeee

bj

Barbie Girl disse...

Ainda bem que tenho o ombro amigo do meu maridinho!!

ô delícia!! bjks

Desabafando disse...

tem selinho pra vc noo meu blog!

robeêh disse...

e quem não quer não é?
e ainda que raro, não é impossível...
é difícil, muito difícil mesmo de encontrar, mas acontece, e quando acontece o que agente não pode deixar é esse ombro amigo ir embora, nunca...
beijoos!

Namorada Girassol disse...

Aah Florzinha...
Te sinto tão triste neste post...
Á ti todo meu carinho e minha energia...euzinha te desejando tudo melhor da vida.
"Deseje com teu melhor desejo,e acontecerá!"
Eu sei o quanto a espera desse "alguém" numa noite de tempestade é ardua...
Mas também sei o quanto é maravilhoso quando nos vemos diante dele...

Te desejo esse "ombro amigo",com urgência!

Beijos no seu coração!

Gabriela disse...

ombros , braços ouvidos , como é dificl pelo menos um membro amigo , mas não impossível .
lindo seu blog queridaa

Beijos

Myÿ h disse...

Caio Fernando de Abreu é foda! :)

Lucas Tiago disse...

Exatamente o que eu queria...

leo disse...

Às vezes, tudo o que precisamos é de um ombro amigo, de uma palavra de incentivo, de alguém que nos faça olhar para frente, e, não para o que passou. E no fim, concluímos que são exatamente essas pequenas grandes coisas que fazem toda a diferença. Parabéns pelo blog. Este foi um feliz achado meu. Sigo-te.
Abraço

Nina disse...

Dri
Minha amiga estou aqui calma q logo estarei em PF e te dou um colinho.
Conta sempre comigo até mesmo durante uma noite de tempestade.
Te adoro
Bjokas