sexta-feira, 21 de maio de 2010

Sobre essencialidade....



Andei pensando sobre essencialidade.... sobre como às vezes pensamos que o essencial é visível aos olhos.  Aí me veio na cabeça  algumas situações: muitas vezes rotulamos pessoas pelas suas aparências achando que a beleza dela nos basta, condicionamos nossa felicidade à aquisição de determinado bem ou bens, medimos nosso sucesso profissional pelo salário que ganhamos, achamos que nossas carências serão supridas se adquirirmos coisas....
E a minha cabecinha foi longe.... viajou, viajou.... mas aí ela estacionou num livrinho miudinho.... que falava exatamente o contrário: Que o essencial é invisível aos olhos!
E não é que é mesmo?!?   
Impressionante como não prestamos atenção no invisível.
Naquilo que nos é realmente essencial.
No essencial que é invisível aos nossos olhos, mas sentido e percebido pela nossa alma.

6 comentários:

Debor@h disse...

É verdade como damos tanta importância a coisas que não valem a pena e as importantes mesmo deixamos em último lugar. Incrível. Adorei o texto. Bjs Driii

Desabafando disse...

Eu concordo totalmente. O essencial vai além da aparência e dos bens materiais.

Priscila Rôde disse...

E é mesmo. Beeeeeeeeem invisível! ^^

leonel disse...

Fato, ♥ Driii ♥! Estamos trabalhando a felicidade como mercadantes tratam do que se é vendável, adquirido mediante alguma paga qualquer. A felicidade quando existe está nas pequenas coisas, que, geralmente, tendemos a ignorar, por estarmos buscando visibilidade.

Abraço do amigo Leonel.

Namorada Girassol disse...

AMADA!

Sábio este moço não?
Sim o essencial é assim...
Saudade enorme de ti !
Obrigada pelas palavras pela atenção...vou seguindo como vou...rs
tentei explicar no blog.
De volta para ficar!

Te adoro minha Flor Primeira!

Bjks sabor ...água pura!

Anônimo disse...

Por que nao:)